Cada vez mais o franchising brasileiro chega às cidades pequenas. De olho no potencial de mercado de algumas regiões e visando ampliar sua expansão, as redes estão em busca de franqueados em municípios menores e isso inclui as franquias de baixo investimento.

Quem está a procura de franquias baratas para cidades pequenas vai encontrar uma boa variedade de opções, tanto com oportunidades para trabalhar em casa quando em pontos comerciais. O negócio pode ser bastante atrativo: geralmente, as franqueadoras trabalham com modelos mais enxutos e a custos reduzidos para investidores de pequenas cidades.

Outro chamariz é a chance de chegar como uma novidade na região, oferecendo um grande diferencial para a população local. “As principais vantagens são que, normalmente, encontra-se nessas praças uma carência de serviços e produtos, custo de ocupação muito mais baixo e menor concorrência”, comenta Camila Pacheco, sócia diretora da Blue Numbers.

Visando atingir esse mercado, muitas redes de franquias já estão em plena expansão em cidades do interior e a interiorização é um movimento crescente no setor de franquias nacional. De acordo com dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), entre as dez cidades que tiveram maior crescimento no número de redes de franquias no primeiro semestre de 2016, quatro não são capitais.

Tudo isso torna as franquias baratas para cidades pequenas negócios promissores para quem sonha em empreender: é uma oportunidade para abrir um negócio com pouco dinheiro, sem sair da sua cidade e ainda contando com o apoio de uma marca consolidada no mercado.

Mas, apesar dos atrativos, é preciso ter cautela. Segundo Camila, antes de tomar a decisão pelo negócio, o candidato deve avaliar se a demanda pelos produtos ou serviços da rede de interesse é suficiente na região, além de observar se a comunidade local aceita bem as novidades.

“É preciso analisar o mercado da cidade, verificando se existe demanda suficiente para o tipo de produto/serviço que se deseja investir, além da quantidade de pessoas e poder aquisitivo. Muitas vezes, as pessoas estão acostumadas a ir a uma cidade vizinha adquirir algo que comprariam localmente, mas isso por si só não demonstra que há demanda suficiente para manter um negócio local”, complementa a especialista.

Para evitar problemas no futuro, a consultora indica que os candidatos peçam à franqueadora estudos da região, checando as justificativas de potencial da localidade. Investir em estudos de geomarketing na fase de pesquisa é importante para fechar o negócio com mais segurança.

O franqueado deve fazer a lição de casa: além de conhecer bem sua cidade, é preciso conversar com comerciantes da região para entender melhor o mercado. Além disso, vale buscar franqueados da rede de interesse que já atuem em cidades com características parecidas para conversar sobre desempenho do negócio e suporte da franqueadora.

“Acima de tudo, deve-se avaliar a viabilidade do negócio, e todos os riscos envolvidos. O que pode ser pensado pela franqueadora, é o desenvolvimento de modelos de operação mais enxutos, com custos menores e que sejam viáveis mesmo com faturamentos menos expressivos (no caso de cidades muito pequenas)”, aponta Camila.

A seguir você confere algumas opções de franquias baratas para cidades pequenas. São redes de diversos segmentos que oferecem oportunidades para cidades com menos de 100 mil habitantes e têm investimento inicial de até 100 mil reais. Os dados de investimento são informados pela empresa ou divulgados pela ABF.

1Dank Idiomas

*Este é um conteúdo patrocinado por anunciante.A Dank Idiomas é uma rede de escolas de idiomas que não precisa de ponto comercial para operação: os franqueados podem atuar sistema home based, e os alunos marcam as aulas em locais flexíveis, como cafés, bibliotecas, em casa e até via Skype.

Investimento total: a partir de R$ 9,9 mil
Taxa de franquia: R$ 9,9 mil
Royalties: ½ a 1 salário mínimo
Faturamento médio: R$ 9,8 mil a R$ 22,8 mil
Prazo de retorno: 6 a 18 meses

2Prepara Cursos

A Prepara é uma rede de cursos profissionalizantes e de capacitação, com opções nas áreas de informática e tecnologia, indústria e energia, administração e negócios, saúde, preparatórios, inglês e carreiras bilíngues. O modelo de franquia para cidades pequenas é o Prepara Express, que pede um ponto comercial a partir de 80 metros quadrados. Atualmente, a marca atua em cidades a partir de 10 mil habitantes.

Investimento total: R$ 100 mil a R$ 150 mil
Taxa de franquia: R$ 20 mil a R$ 60 mil
Royalties: valor fixo por computador instalado
Faturamento médio: R$ 50 mil
Prazo de retorno: até 24 meses

3Ceofood

A Ceofood é um aplicativo de delivery com foco específico em cidades pequenas e zonas periféricas. O foco de expansão está em cidades com média de 50 mil habitantes, em São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Os franqueados trabalham com a parte comercial, prospectando restaurantes para aderirem ao aplicativo.

Investimento total: R$ 4,99 mil
Taxa de franquia: R$ 4,99 mil
Royalties: R$ 300 ou 15% do faturamento (o que for maior)
Faturamento médio: R$ 4,5 mil
Prazo de retorno: 6 a 10 meses

4Clube Turismo

A Clube Turismo é uma rede de agências de viagens e intercâmbio que trabalha com três modelos de negócio para novos investidores: home office, escritório e loja, sendo que apenas o último pede instalação de ponto comercial. As franquias de lojas podem ser instaladas em cidades partir de 30 mil habitantes, já os modelos home office e escritório (ambos home based) não têm limitação populacional.

Investimento total: R$ 4,9 mil a R$ 75 mil
Taxa de franquia: R$ 4,9 mil a R$ 30 mil
Royalties: variável
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: variável

5Acqio

A Acqio atua no segmento de pagamentos eletrônicos, comercializando máquinas de cartão de débito e crédito. Os franqueados podem trabalhar em casa, sem a necessidade de investir em ponto comercial. O foco da expansão está nas regiões Norte e Centro-Oeste e há possibilidade de atuação para um franqueado a cada 50 mil habitantes.

Investimento total: R$ 7,49 mil
Taxa de franquia: R$ 6,49 mil
Royalties: ½ salário mínimo
Faturamento médio: R$ 4,5 mil
Prazo de retorno: 4 a 12 meses

6Sapatilha na Sacola

Com um modelo de franquia home based, a Sapatilha na Sacola é uma rede especializada na venda direta de calçados, na qual os franqueados levam os produtos até os clientes. A marca oferece oportunidades para cidades a partir de 20 mil habitantes no estado de São Paulo e a partir de 50 mil habitantes nos outros estados brasileiros.

Investimento total: R$ 9,9 mil
Taxa de franquia: R$ 3,8 mil
Royalties: não informado
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: 3 a 6 meses

7Louyt

Especialista em marketing digital e mobile marketing, a Louyt oferece serviços completos em criação, distribuição e mediação de campanhas através de uma plataforma própria. O modelo de negócio é de microfranquia home based, com criação de microrregiões para franqueados que pretendem atuar em cidades pequenas.

Investimento total: R$ 19,5 mil
Taxa de franquia: R$ 19,5 mil
Royalties: R$ 690
Faturamento médio: R$ 10 mil a R$ 30 mil
Prazo de retorno: 6 a 12 meses

8Futuro Smart

A Futuro Smart é uma rede de franquias especializada em serviços de assistência técnica, reparos e consertos de smartphones. As franquias podem ser instaladas em espaços a partir de 20 metros quadrados, e há oportunidades para cidades com diferentes perfis: até 50 mil habitantes, entre 50 mil e 200 mil habitantes e com mais de 200 mil habitantes.

Investimento total: R$ 22 mil a R$ 35 mil
Taxa de franquia: R$ 9,9 mil a R$ 16,9 mil
Royalties: R$ 500 a R$ 1 mil
Faturamento médio: R$ 8,5 mil a R$ 22 mil
Prazo de retorno: 6 a 12 meses

9Padrão Enfermagem

A Padrão Enfermagem é uma rede especializada na intermediação de profissionais de enfermagem e cuidadores para clientes que necessitam desses serviços. São dois modelos de franquias: Franquia Padrão (home office) e Franquia Plus (com ponto comercial), ambas com oportunidades para cidades com até 100 mil habitantes.

Investimento total: R$ 25,7 mil a R$ 71,75 mil
Taxa de franquia: R$ 20 mil a R$ 51,75 mil
Royalties: 8%
Faturamento médio: R$ 25 mil a R$ 28,75 mil
Prazo de retorno: 12 a 24 meses

10Kumon

Uma das maiores franquias do Brasil, o Kumon tem oportunidades para todas as regiões do Brasil, conforme análise de viabilidade da franqueadora. A rede é especializada em cursos livres de português, matemática, inglês e japonês para alunos de todas as idades – de crianças a idosos.

Investimento total: R$ 35,56 mil a R$ 64,85 mil
Taxa de franquia: R$ 3,56 mil a R$ 5,85 mil
Royalties: 40% do preço sugerido dos cursos
Faturamento médio: R$ 27 mil
Prazo de retorno: 18 a 24 meses

11Monkey

A Monkey é uma rede de franquias de fast food que oferece um cardápio variado, com opções de pratos executivos, massas, sanduíches, porções, sorvetes e cervejas. São dois modelos de franquia, conforme o porte da cidade: loja express (para cidades até 25 mil habitantes) e loja padrão (para cidades acima de 25 mil habitantes).

Investimento total: R$ 47 mil a R$ 105 mil
Taxa de franquia: R$ 10 mil a R$ 20 mil
Royalties: 4%
Faturamento médio: R$ 35 mil a R$ 80 mil
Prazo de retorno: 12 meses

12Maria Brasileira

A Maria Brasileira é uma rede de franquias que oferece serviços de limpeza, jardinagem, motorista, zeladoria, passadoria, cozinheiro, terceirização, recrutamento e seleção de prestadores de serviços, entre outros. Há oportunidades inclusive para cidades com menos de 50 mil habitantes.

Investimento total: a partir de R$ 47,9 mil
Taxa de franquia: R$ 19,9 mil a R$ 29,9 mil
Royalties: fixos sobre salário mínimo nacional
Faturamento médio: R$ 30 mil a R$ 45 mil
Prazo de retorno: 12 a 15 meses

13Academia Washington Franchising

A Academia Washington é uma rede de escolas de idiomas que oferece cursos de inglês para crianças a partir do segundo ano escolar, adolescentes, jovens e adultos. Com especialidade em cidades de até 120 mil habitantes, a rede abre franquias inclusive em cidades com até 20 mil habitantes.

Investimento total: R$ 54 mil a R$ 131 mil
Taxa de franquia: R$ 22,5 mil a R$ 40 mil
Royalties: não cobra
Faturamento médio: R$ 35 mil
Prazo de retorno: 12 a 18 meses

14Ensina Mais

Atuando na área de educação, a Ensina Mais oferece serviços de apoio escolar em português, matemática, inglês e informática para alunos de seis a 14 anos de idade. O modelo é de microfranquia, com estrutura enxuta: a estrutura necessária é de 30 metros quadrados, com pelo menos dois funcionários na operação.

Investimento total: R$ 70 mil a R$ 100 mil
Taxa de franquia: R$ 30 mil
Royalties: valor fixo por computador instalado
Faturamento médio: R$ 18 mil
Prazo de retorno: até 24 meses

15Infobeleza

Fundada no interior de São Paulo, a Infobeleza foca em cidades interioranas para expansão da franquia. A rede oferece cursos de formação profissional na área de beleza, como depilação, massagem, barbeiro, cabeleireiro, manicure e pedicure, sobrancelhas, maquiagem e estética facial.

Investimento total: R$ 70 mil a R$ 174 mil
Taxa de franquia: R$ 20 mil a R$ 59 mil
Royalties: 7% do faturamento
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: 12 meses

16Arquivar

Especializada em gestão estratégica de documentos, a Arquivar oferece serviços de digitalização, organização, segurança de arquivos e microfilmagem, além de softwares empresariais. A franqueadora oferece diferentes modelos de franquia, conforme o porte da cidade a receber a unidade.

Investimento total: R$ 75 mil a R$ 360 mil
Taxa de franquia: R$ 40 mil a R$ 110 mil
Royalties: 6,5% do faturamento bruto
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: 12 a 36 meses

17Fórmula Animal

Trabalhando com um modelo de franquia compacto para cidades com menos de 200 mil habitantes, a Fórmula Animal é uma rede de franquias de farmácia de manipulação especializada no mercado pet. Para cidades menores, a franquia pede estrutura de 40 metros quadrados e equipe a partir de dois funcionários.

Investimento total: R$ 100 mil a R$ 300 mil
Taxa de franquia: R$ 45 mil
Royalties: 6%
Faturamento médio: R$ 20 mil a R$ 45 mil
Prazo de retorno: 36 a 48 meses

DEIXE UMA RESPOSTA