Com cada vez mais representatividade dentro do mercado de franchising, as franquias em aeroportos estão se mostrando uma boa opção de investimento, já que as operações demonstram, muitas vezes, faturamento superior a de alguns shopping centers, um mercado já reconhecidamente promissor neste universo.

Para que saiba, o Brasil é o segundo país com mais aeroportos no mundo. Diariamente, mais de 3 mil voos circulam no país. Apenas na grande São Paulo, há o número expressivo de mais de 700 mil voos por ano.

Então, devido aos investimentos em infraestrutura e aumento do fluxo de passageiros, os aeroportos têm se mostrado uma oportunidade interessante para marcas aparecem ao cenário nacional. Em muitos casos, aliás, as marcas levam a experiência para consumidores que não teriam acesso a elas em locais tradicionais.

“Uma operação franqueada em um aeroporto não é barata, contudo o potencial de alta rentabilidade faz essa opção ser assertiva. Isso levando em consideração as variações de valores, tamanho e local. Ou seja, a margem de lucro é uma das principais vantagens observadas nas operações”, pondera André Matos, especialista em expansão de franquias.

Isso porque a compra, invariavelmente, é realizada por impulso, o que mostra a importância de ter um local visualmente bonito e agradável, que chame a atenção. O potencial turístico e de negócios no Brasil traz um fluxo intenso de pessoas e este público é rotativo.

“Assim, a operação em aeroportos traz, principalmente, visibilidade para a marca, e é interessante por ser um bom canal de marketing para a marca e pela força de venda. Outro fator a se destacar neste cenário é que a operação se torna uma vitrine tanto nacional como internacionalmente”, comenta Matos.

No entanto, apesar do cenário atrativo, é importante ficar de olho em alguns detalhes deste tipo de franquia. Matos aconselha: “o franqueado deve se atentar às regras de concessão e às diretrizes da Infraero. Uma dica é fazer a leitura da Lei nº 8.666/93 (Lei de Licitações), destinada às concessões de áreas comerciais”.

Depois, os cuidados são similares às tratativas com shopping, discutindo o melhor custo-benefício, os valores de custo ocupacional e a melhor localização dentro dos aeroportos. “A principal dificuldade aqui é a burocracia que existe para abertura destas operações. Mas outra questão importante é o alto custo de operação para abrir. Em suma, uma operação em aeroporto, geralmente custa quase três vezes mais em referência a uma operação de shopping”, conta Matos.

Outro ponto que deve ter atenção especial é a gestão da franquia. Isso porque, além da exposição da marca, a operação franqueada tem que estar atenta ao padrão de atendimento e, consequentemente, à qualidade do produto e/ou serviços ofertados aos consumidores. “Como a operação mantém um custo alto, é importante ter excelente gestão de custos, mitigando os desperdícios e sendo assertivo na composição do estoque. É fundamental sempre seguir as orientações da franqueadora”, finaliza o especialista.

A seguir, confira algumas opções de franquias para abrir em aeroportos. Os dados são divulgados pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) ou informados pela própria empresa.

110 Pastéis

Fundada em 1961, a 10 Pastéis é uma rede de pastelarias. O carro chefe da rede são os pastéis, servidos em diversos sabores salgados e doces, fritos ou tostados. Além dos pastéis, o mix de produtos inclui saladas, panquecas, refeições, porções e bebidas. Há quatro modelos de negócio para as franquias: três modelos de loja e um modelo de food truck.

Investimento total: R$ 150 mil a R$ 400 mil
Taxa de franquia: R$ 30 mil a R$ 50 mil
Royalties: 5%
Faturamento médio: R$ 30 mil a R$ 80 mil
Prazo de retorno: 24 a 36 meses

2Água de Cheiro

Pioneira no segmento de franquias de beleza, a Água de Cheiro oferece aos investidores dois formatos de quiosque, com área de seis ou nove metros quadrados. O mix de produtos da marca inclui cosméticos, perfumes e maquiagens, com linhas femininas e masculinas.

Investimento total: a partir de R$ 84 mil
Taxa de franquia: R$ 25 mil a R$ 40 mil
Royalties: 40% sobre compras
Faturamento médio: R$ 40 mil a R$ 60 mil
Prazo de retorno: 18 a 60 meses

3Ares Perfumes

Com investimento a partir de 48 mil reais, a Ares Perfumes possui modelos de negócio em formato loja e quiosque. São 29 unidades pelo país que oferecem linha de perfumaria fina, com nutricosméticos, corpo e banho, maquiagem e fragrâncias de ambiente.

Investimento total: R$ 48 mil
Taxa de franquia: R$ 20 mil
Royalties: 3% do faturamento bruto
Faturamento médio: R$ 25 mil
Prazo de retorno: de 18 a 24 meses

4Bob’s

O Bob’s é uma das principais franquias de lanchonete no Brasil e oferece apoio jurídico, operacional, financeiro e mercadológico para os franqueados. A rede fundada em 1952 entrou no franchising em 1984 e hoje tem mais de 1050 lojas em todo território nacional.

Investimento total: R$ 700 mil a R$ 1,5 milhão
Taxa de franquia: R$ 80 mil
Royalties: 6%
Faturamento médio: R$ 180 mil
Prazo de retorno: 32 a 40 meses

5D-Vitaminas

A D-Vitaminas é uma rede de franquias voltada para o público fitness que comercializa suplementos e vitaminas, além de acessórios esportivos. São três modelos de franquia disponíveis para investidores: quiosque, loja e workout, sendo que as lojas e os quiosques podem ser instalados em shopping centers.

Investimento total: R$ 110 mil a R$ 179 mil
Taxa de franquia: R$ 25 mil a R$ 49 mil
Royalties: 3% sobre faturamento bruto
Faturamento médio: R$ 80 mil
Prazo de retorno: 12 a 36 meses

6Fatto a Mano

Com modelos de loja de rua e de shopping, a Fatto a Mano é uma rede de franquias de roupas que se dedica especialmente ao vestuário masculino, além de contar com uma linha de peças femininas.

Investimento inicial: R$ 170 mil
Taxa de franquia: R$ 50 mil
Royalties: 5%
Faturamento médio: R$ 80 mil
Prazo de retorno: 18 a 36 meses

7Mahogany

A Mahogany é uma rede de franquias de cosméticos que conta com um portfólio com opções de fragrâncias femininas e masculinas, maquiagem e cosméticos corporais e capilares. São quatro modelos de franquia, que variam conforme o porte da cidade: super light, light, light plus e quiosque.

Investimento total: R$ 76,3 mil a R$ 174,3 mil
Taxa de franquia: R$ 5 mil a R$ 15 mil
Royalties: sob pedidos de compra
Faturamento médio: R$ 25 mil a R$ 32 mil
Prazo de retorno: 24 a 36 meses

8Moldura Minuto

A Moldura Minuto é especializada em molduras, espelhos, gravuras e quadros. São mais de 50 unidades em operação no espalhados pelo país. A franqueadora oferece quatro modelos de negócio aos franqueados: Moldura Minuto Express, Moldura Minuto Home, Espaço Moldura Minuto e Moldura Minuto Shopping.

Investimento total: R$ 110 mil a R$ 300 mil
Taxa de franquia: R$ 35 mil a R$ 50 mil
Royalties: variável
Faturamento médio: R$ 40 mil
Prazo de retorno: 18 a 24 meses

9Mr. Kids

Fundada em 2012, a Mr. Kids é uma rede de microfranquias de vending machines que se apresenta não apenas como uma máquina de balas, doces e brinquedos, mas também como o sonho do próprio negócio para novos empreendedores. Atualmente, são mais de 7 mil máquinas espalhadas em pontos como comércios e supermercados.

Investimento total: R$ 18,7 mil
Taxa de franquia: R$ R$ 5 mil
Royalties: isento
Faturamento médio: R$ 1,8 mil a R$ 30 mil
Prazo de retorno: 12 a 18 meses

10Nutty Bavarian

A rede trabalha com castanhas glaceadas, prato característico da região da Bavaria, na Alemanha. As unidades oferecem diferentes tipos de castanhas, nozes e amendoins, preparados na hora e servidos no cone. Além disso, o mix de produtos inclui opções para levar para casa e para presentear.

Investimento total: R$ 65 mil a R$ 100 mil
Taxa de franquia: R$ 55 mil a R$ 85 mil
Royalties: 4% a 8% sobre faturamento
Faturamento médio: R$ 20 mil a R$ 32 mil
Prazo de retorno: 12 a 18 meses

11NYS Collection

No mercado há mais de 20 anos, a NYS Collection Eyewear, marca norte-americana especializada em óculos, está presente em 40 países com mais de 1 mil pontos de venda. No Brasil, a rede, que iniciou a expansão por franquias em 2014, soma mais de 20 unidades e planeja dobrar este número em um ano.

Investimento total: a partir de R$ 68,5 mil
Taxa de franquia: R$ 30 mil
Royalties: 15% sobre a compra
Faturamento médio: R$ 28 mil a R$ 40 mil
Prazo de retorno: 18 a 24 meses

12O Boticário

Com mais de 280 unidades franqueadas no formato quiosque, O Boticário é uma empresa consolidada no mercado brasileiro. A marca comercializa maquiagens, perfumes e cosméticos para pele e cabelo. A área mínima para a instalação do quiosque é de quatro metros quadrados.

Investimento total: a partir de R$ 85 mil
Taxa de franquia: não informado
Royalties: 45% das compras
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: 18 a 36 meses

13Overboard

A Overboard surgiu no mercado em 1989 como loja de surfwear e street wear. Hoje, são mais de 20 lojas localizadas em quatro regiões de São Paulo: Santo André, São Bernardo, Barueri e Campinas. Além de loja para shoppings centers, a marca também possui loja virtual, que atende todo o território nacional.

Investimento inicial: a partir de R$ 585 mil
Taxa de franquia: R$ 49 mil
Royalties: 4% faturamento bruto
Faturamento médio: R$ 300 mil
Prazo de retorno: 24 a 32 meses

14Sterna Café

A rede possui diversas opções de pontos, localizados em shoppings ou prédios comerciais, onde os públicos predominantes são das classes A, B e C. O ponto escolhido passará por aprovação da franqueadora, o qual pode ser próprio ou alugado, desde que esteja de acordo com as características pré-estabelecidas para viabilidade do negócio.

Investimento total: R$ 99,7 mil
Taxa de franquia: R$ 30 mil
Royalties: não informado
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: 24 a 36 meses

15Subway

Amplamente conhecido no mercado, o Subway é uma franquia de fast food que comercializa sanduíches e saladas que podem ser montados pelo próprio consumidor. A rede está no mercado desde 1965 e no franchising há 44 anos.

Investimento total: R$ 357,5 mil a R$ 715 mil
Taxa de franquia: não informado
Royalties: 8% do faturamento líquido
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: não informado

COMPARTILHE
Artigo anteriorMr Pottier mira expansão em São Paulo
Próximo artigoFranquia de assistência técnica Celular Gold busca franqueados
Graduada em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero e pós-graduanda em Gestão de Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, sua paixão é escrever e tem curiosidade sobre os mais diversos temas. Já trabalhou em editorias de entretenimento, esportes, saúde, bem-estar, PME e gestão de carreiras.

DEIXE UMA RESPOSTA