Franquias de seguros para 2020: as melhores redes para investir

0
141
franquias de seguros

As franquias de seguros são ótimas opções para quem quer investir no franchising. Além de fazer parte de um mercado em ampla expansão, boa parte delas faz parte do nicho de franquias baratas.

As franquias de seguros são boas opções para quem vai investir em franquias em 2020. Parte de um mercado consolidado, as redes do setor ainda costumam oferecer oportunidades para trabalhar em casa.

Com isso, é possível ter mais flexibilidade e até mesmo conciliar a franquia com outro trabalho – ótimo para quem busca uma renda extra.

A seguir, você pode conferir algumas das melhores opções de franquias de seguros para investir. Se preferir, pode navegar pelas redes selecionando a sua faixa de investimento ideal:

Franquias até R$ 15 mil

franquia first logoSeguros
A partir de R$ 2 mil
Saiba mais

franquia bidon logoSeguros
A partir de R$ 7,9 mil
Saiba mais

franquia bem segursos e creditos logoSeguros
A partir de R$ 8,5 mil
Saiba mais

franquia grupo tsvalle logoSeguros
A partir de R$ 8,9 mil
Saiba mais

franquia lamadre logoSeguros
A partir de R$ 9 mil
Saiba mais

franquia vida de ouro logoSeguros
A partir de R$ 9,9 mil
Saiba mais

franquia barela logoSeguros
A partir de R$ 10 mil
Saiba mais

franquia lien logoSeguros
A partir de R$ 10 mil
Saiba mais

franquia quisto logoSeguros
A partir de R$ 11 mil
Saiba mais

franquia facil corretora de seguros logoSeguros
A partir de R$ 12 mil
Saiba mais

franquia reiback logoSeguros
A partir de R$ 13 mil
Saiba mais

franquia sete mares logoSeguros
A partir de R$ 15 mil
Saiba mais

franquia finnance logoSeguros
A partir de R$ 15 mil
Saiba mais

Franquias até R$ 30 mil

franquia drsprotect logoSeguros
A partir de R$ 16,2 mil
Saiba mais

franquia grupo life logoSeguros
A partir de R$ 17,9 mil
Saiba mais

franquia grupo fedatto logoSeguros
A partir de R$ 18 mil
Saiba mais

franquia ana terra seguros logoSeguros
A partir de R$ 20 mil
Saiba mais

franquia tudo bem seguros logoSeguros
A partir de R$ 23 mil
Saiba mais

franquia seguralta logoSeguros
A partir de R$ 25 mil
Saiba mais

Franquias até R$ 100 mil

franquia pentagonal seguros logoSeguros
A partir de R$ 30,8 mil
Saiba mais

franquia san martin logoSeguros
A partir de R$ 33,9 mil
Saiba mais

franquia vazoli logoSeguros
A partir de R$ 60 mil
Saiba mais

franquia gis franchising logoSeguros
A partir de R$ 65 mil
Saiba mais

O mercado de seguros

Um dos principais atrativos das franquias de seguros é que elas estão inseridas em um segmento que vem tendo um ótimo desempenho nos últimos anos.

De acordo com dados da Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais (CNSeg), entre janeiro e outubro de 2019 o setor de seguros já tinha arrecado mais de R$ 222,5 bilhões.

Falando especificamente de franquias de seguros, o cenário também é bastante promissor.

Um levantamento da Associação Brasileira de Franchising (ABF) demonstrou que o setor de serviços e outros negócios, que engloba as franquias de seguros, faturou R$ 24,9 bilhões em 2018.

Bruno Bronetta, CEO da rede TSValle explica que um dos fatores que para esses números tão positivos é o fato de as franquias de seguros não estarem sofrendo tanto com a instabilidade econômica, pelo contrário.

Ele conta que, principalmente em um momento de dificuldades econômicas, o consumidor não quer perder um bem precioso, como seu carro ou casa. Pensando nisso, percebe que aderir a um seguro é uma forma de proteger seu patrimônio.

“Em 2018 e 2019, por mais que o país tenha passado por crises financeiras e demissões, o segmento de seguros só cresceu”, reforça Bronetta. “O brasileiro está cada vez mais se habituando com a importância e a necessidade da contratação de seguros e temos uma propaganda diária e gratuita em quase todos os meios de comunicação”, reforça.

Para quem quer abrir uma franquia de seguros em 2020, o executivo ainda dá uma dica dos segmentos que mais devem se destacar como tendências de mercado: “Se fosse para apostar em algum segmento pra 2020 seria em previdência privada, seguro de vida e seguro saúde”.

Segundo Bruno, além das estatísticas de mercado que apontam crescimento da procura por esses serviços, esses setores devem ser impulsionados pelo grande número de MEIs (microempreendedores individuais) e profissionais autônomos que se registram em 2019.

Para o executivo, esses profissionais recém saídos do mundo corporativo devem procurar serviços como previdência privada e seguro saúde porque tinham esses benefícios enquanto eram CLT.

As franquias de seguros

Quem quer empreender no mercado de seguros tem as franquias como uma das principais portas de entrada.

Além de todas as vantagens típicas do franchising – como possibilidade de aproveitar o know-how e a credibilidade de uma marca conhecida e contar com o suporte e treinamento da franqueadora – os investidores que apostam nas franquias de seguros têm outras vantagens.

Para começar, os negócios desse nicho têm uma grande variedade de serviços para explorar, como seguros imobiliário, empresarial, veicular, de vida, para viagens, para aparelhos portáteis e muito mais.

Essa vasta gama de itens ajuda o franqueado a diversificar sua atuação, podendo atuar com empresas de vários portes ou pessoas físicas.

Outro ponto positivo é que, além do mix amplo, também é possível agregar soluções como consórcios, planos de saúde e até serviços de crédito.

Dessa forma, além de oferecer um serviço mais completo para seus clientes, o franqueado pode aumentar seu ticket médio e, consequentemente, o seu faturamento.

Aliado a uma cesta de produtos completa que ajuda a elevar a receita, quem opta por uma franquia de seguros ainda tem a oportunidade de reduzir significativamente suas despesas.

Isso, porque boa parte das franquias de seguros são microfranquias e se enquadram no nicho de franquias baratas. A maioria delas, inclusive, oferece formatos de franquia home based.

Trabalhando em sua própria casa, com seu computador e celular, o franqueado não precisa investir em um ponto comercial, aluguel, mobiliário e outros itens de uma franquia de loja tradicional.

“O grande ponto positivo que vemos nos modelos de franquias de seguros home office é que os franqueados, mesmo sendo microempresas eu empresário individual, não começam do zero, pois a franqueadora lhe traz um portfólio de grandes cases e clientes”, explica o CEO da TSValle.

Optando pelos modelos mais enxutos, também não há necessidade de contratar funcionários, o que colabora na redução de custos. O próprio franqueado trabalha na prospecção de clientes e fecha as vendas com apoio da franqueadora.

Como abrir uma franquia de seguros

Um dos primeiros passos para abrir uma franquia é avaliar se você tem perfil para assumir um negócio neste segmento.

Muitas redes de franquias de seguros afirmam que o franqueado não precisa ter vivência ou conhecimento na área. Porém, Bruno indica que o candidato esteja sim familiarizado com os produtos, explore o mercado e não dependa apenas da capacitação da franqueadora.

“Para se comercializar e oferecer um produto de seguro é preciso consumir e entender esses tipos de seguros e serviços. Desta maneira, irá passar ao cliente a real importância de se ter este tipo de seguro ou investimento”, explica.

Ele indica que o candidato mergulhe no setor e busque órgãos que façam uma análise inicial de possibilidades de negócios neste nicho, reúnam informações, pontuem reclamações típicas do segmento e revelem os dados de crescimento.

“Vale lembrar que praticamente todo segmento de negócio possui um órgão regulador que fiscaliza ou gerencia a operação. Em relação ao mercado de seguros, a Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) é o órgão regulador”, indica Bruno.

O especialista ainda orienta que o candidato à franqueado tenha um perfil consultivo, estando realmente interessado em entender a real necessidade do cliente para indicar o produto ideal.

Também é importante que o interessado em abrir uma franquia de seguros tenha características de vendedor: saiba identificar, abordar e encantar seus potenciais clientes; seja profissional mesmo vendendo para amigos ou familiares e crie um bom relacionamento no pós-venda.

Bruno ainda pontua a importância de executar um bom atendimento para criar uma experiência satisfatória e fidelizar o consumidor. “Seja focado em entregar um bom serviço, atenda seu cliente alegre e contente e lembre-se de que é por ele que você se tornou corretor”, finaliza.

Se estiver certo de que as franquias de seguros são realmente a melhor opção para você, selecione as redes que mais o agradam e estão dentro da sua faixa de investimento.

Depois, analise cuidadosamente fatores como lucratividade, rentabilidade, payback e outros elementos que podem ser decisivos para escolher entre uma marca e outra.

Não deixe também de entender como se dá o suporte e o treinamento da franqueadora. Se possível, converse com os franqueados para entender como é a percepção e o relacionamento deles com a marca.

Por fim, leia e tire todas as suas dúvidas antes da assinar a COF e, se ainda assim se sentir inseguro, converse com um advogado antes de formalizar a aquisição da sua franquia de seguros.

Quer saber mais sobre franquias de seguros? Baixe nosso e-book gratuito e fique por dentro deste segmento!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui