Como criar um site de vendas: passo a passo para vender na internet

2
1847
como criar um site de vendas
como criar um site de vendas

O número de pessoas que faz compras pela internet não para de crescer, principalmente em um cenário de pandemia e distanciamento social.

Com isso, criar um site de vendas para comercializar seus produtos pela internet se tornou praticamente obrigatório para escalar o volume de clientes atendidos e reduzir os custos – já que ter uma operação digital é muito mais barato do que manter uma loja física.

Se você está querendo saber como criar um site de vendas, continue lendo! Vamos te mostrar o passo a passo para vender pela internet!

Planeje sua atuação digital

Antes de iniciar a criação do seu site de vendas é importante planejar como será a sua atuação digital.

Se já tem um negócio fora da internet, lembre-se que a ideia é que o seu site seja um reflexo do que a sua empresa é no mundo offline. Ele deve ter a mesma identidade e se comunicar com o mesmo público-alvo.

Não se esqueça que ter um site de vendas também significa que você terá um novo canal para atender e gerenciar.

Com isso, é bom estruturar processos para que você possa receber os pedidos em sua nova loja virtual, separá-los ou produzi-los e enviá-los com excelência.

Demonstrar organização e profissionalismo na hora de vender pela internet é fundamental para deixar o consumidor tranquilo e fideliza-lo.

Confira a legislação

Antes de começar a montagem do seu site de vendas, também vale a pena ler o texto do decreto nº 7.962, que ficou conhecido como a Lei do E-commerce.

Ela reúne pontos importantes que devem ser observados por quem deseja comercializar produtos pela internet, como a necessidade de informar dados da loja ou do vendedor (como CPF/CNPJ e endereço), a importância de ter pelo menos um canal de atendimento ao consumidor e de fornecer informações sobre cobranças adicionais ao preço do produto.

Seguir a Lei do E-commerce é fundamental para que a sua atuação na internet respeite a legislação vigente e também os direitos do consumidor brasileiro.

Contrate as ferramentas necessárias

Preparado para tirar seu site de vendas do papel? Então, o próximo passo é contratar as ferramentas necessárias para estruturar sua loja.

franquias de loja virtual

Plataforma de e-commerce

É importante dizer que existem diferentes formas de criar o seu e-commerce. Mas a mais simples é escolher uma plataforma voltada para criação de lojas virtuais. E existem basicamente três tipos de ferramentas para isso: as de código aberto, as gratuitas e as pagas.

De forma geral, as gratuitas podem ser boas opções para quem tem um orçamento limitado, mas costumam ter poucos recursos e, muitas vezes, não contam com ferramentas de segurança.

As pagas tendem a ser as mais simples de usar, permitem que você monte seu próprio site de vendas mesmo sem conhecimento e oferecem suporte para tirar dúvidas.

E as de código aberto são softwares que estão sempre sendo aprimorados e agregam várias funcionalidades, mas podem exigir certo conhecimento em programação.

A dica para escolher é analisar o quanto você quer investir no seu site de vendas, quais são os recursos primordiais para sua operação e qual o seu nível de conhecimento para montar a loja.

Além da plataforma, você também pode precisar de:

  • Domínio: é o endereço do seu site. É composto por “www”, o nome da empresa e uma extensão, que pode ser “.com” ou “.com.br”, por exemplo;
  • Hospedagem: um espaço em um servidor utilizado para guardar as informações da sua loja. Pode ser necessário se escolher os softwares de código aberto;
  • Certificado SSL: se não estiver incluso na ferramenta, é bom contratar um certificado de segurança, como o SSL. Ele garante que as informações serão criptografadas e reduz as chances de vazamento de dados dos clientes.

Ferramenta de pagamento

Algumas plataformas de loja virtual já contam com um sistema de pagamentos integrado. Mas, se esse não for o seu caso, será necessário escolher uma ferramenta para receber seu dinheiro.

Os intermediadores de pagamento geralmente são as melhores opções para quem está começando um site de vendas. Eles são simples de integrar ao site, podem fazer o adiantamento de recebíveis e costumam cobrar taxas acessíveis.

Na hora de escolher a sua ferramenta de pagamentos, alguns fatores que deve considerar são: reputação no mercado, facilidade na integração e gestão dos recebimentos, valor das taxas e variedade nas formas de pagamento (boleto, cartão de crédito e de débito, por exemplo).

Cálculo de frete

Boa parte das ferramentas de criação de sites de vendas já incluem um campo de cálculo de frete. Porém, ainda será necessário que você faça algumas configurações para que o custo da entrega seja calculado corretamente.

Para isso, é necessário definir com quais formato de entrega vai trabalhar e como cada companhia calcula os custos. As opções mais populares são os Correios, transportadoras privadas e entrega própria.

Avalie quais alternativas oferecem os melhores custos para seus clientes e têm condições de entregar os seus produtos com rapidez e segurança.

Produza o conteúdo

Para construir uma boa vitrine virtual, a próxima etapa é criar conteúdo informativo e vendedor.

Uma boa forma de começar é escrever os conteúdos institucionais. Veja alguns exemplos de páginas que seu site para vendas deve ter:

  • Quem somos: deve contar a história do seu negócio, o que você faz e como pode atender os desejos dos seus clientes. Também é recomendável descrever a sua missão, visão e valores – que revelam qual é o papel do seu negócio na sociedade, seus objetivos e princípios éticos.
  • Políticas de troca e devolução: página que descreve como os clientes poderão devolver ou trocar seus produtos, se for necessário. É importante consultar o Código de Defesa do Consumidor para saber quais são os prazos e boas práticas nesses casos.
  • Formas de pagamento: uma descrição detalhada de todas as formas de pagamento, incluindo as bandeiras de cartão de crédito aceitas e as possibilidades de parcelamento.
  • Como comprar: também é interessante criar uma página descrevendo o passo a passo para comprar no seu site de vendas. Esse texto deve mencionar informações como prazo de envio dos produtos e as etapas até que a mercadoria chegue na casa do consumidor.
  • Contato: uma lista com todos os seus canais de atendimento, incluindo e-mail, telefone e redes sociais, além dos dias e horários em que você poderá atender os clientes.

Também é fundamental produzir conteúdo sobre os seus produtos.

Cada um dos itens terá uma página específica. Nela, é necessário ter boas fotos (de preferência com ângulos diferentes da mercadoria), além de uma descrição detalhada sobre os itens.

É essencial dar todas as informações que o cliente pode precisar antes de comprar, como cores disponíveis, dimensões do produto e peso, por exemplo.

Não se esqueça que nas compras online os clientes só podem ver e tocar os produtos quando os recebem em casa. Por isso, você deve dar a eles todas as informações para que se sintam seguros em comprar.

Depois de cadastrar os seus produtos, seu site de vendas já deve estar montado! Mas antes de lança-lo, tenha o cuidado de testar todas as páginas e verificar se não há nenhum tipo de erro na loja virtual.

Se estiver tudo certo, pode começar a divulgar seu novo e-commerce e se preparar para receber as primeiras vendas.

E se você quer mais dicas de vendas e negócios, continue acompanhando o Guia Franquias de Sucesso!

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui