Ao pensar em sandálias de borracha, qual marca vem à sua cabeça? Provavelmente, Havaianas, certo? A marca que faz sucesso por aqui e em outros países. Por isso a franquia Havaianas está entre as mais buscadas e reconhecidas no Brasil.

Não é à toa, já que a Havaianas possui participação de 80% do mercado de chinelos do país, de acordo com dados da própria empresa. Desta forma, o franqueado entra no mercado com consumidores já consolidados e com um público fiel.

Além disso, o mercado em que a empresa está inserida é bastante promissor. Segundo dados da ABF (Associação Brasileira de Franchising), o setor de calçados teve um crescimento na participação de mercado de 7,1% em 2015.

A marca faz parte do conglomerado brasileiro Alpargatas, o qual atua em diferentes tipos de indústria e que teve lucro líquido de R$ 84,5 milhões no 3º trimestre desse ano. E boa parte dessa receita veio do mercado brasileiro, conforme informações do portal EXAME.com.

Se você pensa em apostar nesse segmento e quer saber como abrir e quanto custa uma franquia da Havaianas, esse conteúdo vai lhe interessar muito! Confira (se quiser pegar um atalho, é só clicar nos tópicos abaixo e ir direto para o assunto que mais te interessa):

Quanto custa uma franquia Havaianas

 

havaianas4

Para que você tenha uma franquia Havaianas, o investimento total varia entre R$ 75 mil e R$ 800 mil. Esse valor de quanto custa a franquia varia porque depende do porte do projeto, já que a marca conta com quiosques, lojas de rua e lojas em shopping.

Uma informação importante é que a empresa não cobra royalties dos franqueados em nenhum dos modelos. No entanto, um custo importante previsto em contrato, segundo dados da marca, é que a Havaianas exige que seus franqueados apliquem 2% do faturamento bruto em marketing local.

Além da taxa de franquia, que vai de 25 mil reais a 45 mil reais (dependendo do modelo escolhido) para calcular o capital inicial necessário, deve-se levar em conta o que será necessário para o funcionamento da unidade, tal como mobiliário, estrutura e equipamentos.

Aqui, vale lembrar que, além dessas contas, você precisa prever uma reserva financeira para cobrir suas despesas fixas pessoais por pelo menos um ano. “Isso porque num primeiro momento o negócio não deixa caixa para pró-labore”, lembra Ana Vecchi, sócia-diretora da Vecchi Ancona – Inteligência Estratégica.

Qual é o valor de uma franquia Havaianas?

A Havaianas conta com diversos tamanhos de franquias e variadas faixas de investimento elaborados para atender mais de um perfil de empreendedor. Abaixo estão os detalhes sobre os modelos:

Loja

Investimento total: de R$ 300 mil a R$ 845 mil
Taxa de franquia: R$ 45 mil
Royalties: não cobra
Faturamento médio mensal: não informado
Prazo de retorno: de 12 a 36 meses

Quiosque

Investimento total: de R$ 75 mil a R$ 115 mil
Taxa de franquia: R$ 25 mil
Royalties: não cobra
Faturamento médio mensal: não informado
Prazo de retorno: de 6 a 12 meses

Qual é o faturamento de uma franquia Havaianas?

A marca não revela esses números, mas de acordo com a ABF, o faturamento mensal de uma franquia Havaianas é, em média, de R$ 80 mil.

Esse valor vem, no entanto, após, pelo menos, 24 meses, que é o prazo de retorno estipulado pela própria rede de franquias.

Qual é o lucro de uma franquia Havaianas?

Rendendo um retorno financeiro estável e em pouco tempo, o franqueado pode conquistar um bom dinheiro com o trabalho feito a partir das franquias Havaianas. A média de lucro é de cerca de 10% sobre o valor bruto mensal arrecadado pelo investidor.

Compare os números da Havaianas com os de outras franquias de calçados

Outras marcas de sandálias de borracha, concorrentes diretas da Havaianas, não possuem franquias próprias, mas são vendidas em lojas de calçados.

Nesse sentido, comparamos, abaixo, os valores da franquia Havaianas com os de outras franquias de calçados. Os dados são da ABF, coletados em 09/11/2016.

Artwalk

Investimento total: R$ 300 mil
Taxa de franquia: R$ 50 mil
Royalties: 4% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: R$ 160 mil
Prazo de retorno: 28 a 36 meses

Autentic Feet

Investimento total: R$ 400 mil
Taxa de franquia: R$ 60 mil
Royalties: 4% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: R$ 150 mil
Prazo de retorno: 28 a 36 meses

Bibi

Investimento total: R$ 430 mil
Taxa de franquia: R$ 40 mil
Royalties: não informado
Faturamento médio mensal: R$ 80 mil
Prazo de retorno: 18 a 36 meses

Magic Feet

Investimento total: R$ 280 mil
Taxa de franquia: R$ 50 mil
Royalties: 4% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: R$ 120 mil
Prazo de retorno: 28 a 36 meses

Como abrir uma franquia Havaianas

 

havaianas3

As sandálias Havaianas já são consolidadas no mercado nacional e internacional e a rede de franquias ainda está em plena expansão. Para que tenha ideia, dados da ABF mostram que, atualmente (novembro de 2016), a empresa conta com mais de 270 lojas e mais de 60 quiosques no sistema de franquias.

Para que este crescimento continue ocorrendo de forma ordenada, no entanto, a empresa pede que os franqueados se identifiquem com a marca e tenham condições de se dedicar ao negócio.

Além disso, para abrir uma franquia de qualquer segmento, inclusive Havaianas, é preciso estar preparado para ser multitarefa ou contar com pessoas de confiança para ajudar nos pontos fracos.

“Fique atento a três pontos essenciais para se dar bem no franchising: planejamento, execução e saber confrontar um com o outro. Você precisa saber se consegue atuar nessas três frentes ou se vai precisar contratar alguém para fazer isso”, aconselha Marcio Iavelberg, fundador da Consultoria Blue Numbers.

Conheça os modelos de franquias disponíveis

Se você está interessado em montar uma franquia Havaianas, pode optar por três modelos de negócio diferentes: quiosque, loja de rua e loja de shopping.

O quiosque pode ser instalado em centro de compras ou em outros locais de grande circulação, como estações de trens e metrô, por exemplo. O quiosque segue um padrão, de 12m². Mas isso pode ser adaptado às necessidades e demanda do local onde será instalado.

A loja de rua, por sua vez, precisa dispor de um espaço de 60m² a 80m². Além disso, segundo informações da empresa, a unidade deve estar localizado em um ponto com bom fluxo de clientes e possuir estacionamento próximo para a comodidade do consumidor. Neste caso, a proposta passa por um processo de análise de viabilidade do ponto comercial escolhido.

Por fim, as lojas de shopping centers devem ter espaço entre 40m² e 60m² e estar localizada em áreas de grande fluxo de clientes. Por ser uma grande marca, aliás, a Havaianas tem negociações com diversas administradoras de shoppings para auxiliar na escolha do melhor ponto para viabilizar o negócio.

Saiba se você tem o perfil ideal

Ok, você já sabe quais são as exigências da marca para abrir uma franquia Havaianas, mas será que você tem o perfil necessário para ser um franqueado da marca?

Segundo a própria Havaianas, para abrir uma franquia é preciso ter experiência com comércio varejista e conhecer bem o local onde pretende instalar a loja.

O empreendedor também precisa ter capacidade de investimento, assim como capital de giro para manter o negócio. “Lembre-se que, de forma geral, você não vai tirar nenhum centavo da conta por pelo menos seis meses”, ressalta Ana.

Além disso, você também precisa gostar do trabalho que vai exercer ali. “Um franqueado que acompanha sua loja de perto tem muito trabalho. Ele precisa ver se tudo está correndo bem, como está o estoque, o abastecimento, se os colaboradores estão uniformizados e fazendo um bom atendimento, além de verificar se as vendas estão indo bem. Aquela história de que o olho do dono é que engorda o gado é a mais pura realidade”, avalia Ana.

Como saber se sua região comporta uma unidade

Como a marca já está bastante difundida no país, é preciso avaliar bem o local onde pretende abrir sua franquia. Por isso que uma das exigências da Havaianas para novos franqueados é conhecer a fundo a localidade pretendida.

“Na hora de fazer a seleção do ponto de venda é importante avaliar visibilidade, acessibilidade, obstáculos que impedem melhor fluxo de pessoas, perfil de bairro e hábitos locais”, explica Ana.

Além disso, segundo a marca, o ideal é que o negócio seja montado em cidades com no mínimo 200 mil habitantes, pois assim é possível atingir uma quantidade maior de clientes.

Já os quiosques, por precisarem de menos espaço e contar com mais opções de locais de instalação, são liberados com maior facilidade. Em contrapartida, nesse modelo, o contrato com a franquia tem um prazo menor.

Como é o processo de seleção

Para ser aprovado no processo de seleção da Havaianas é preciso passar por alguns passos. Primeiro você deve fazer um cadastro no site da empresa. Após isso, você será convidado para uma reunião para conhecer o modelo de negócio da empresa. Depois, será chamado para uma primeira entrevista pessoal.

É aí que o seu perfil de empreendedor será avaliado, tudo através de uma conversa e com testes que tentam determinar se você tem ou não o perfil exigido pela empresa.

Em seguida, será feito um exame de viabilidade econômica do projeto, assim como a análise da documentação que se faça necessária. Aprovado nessa etapa, o interessado é submetido a uma segunda entrevista para que seja feita uma análise financeira mais aprofundada.

Em seguida, o parecer final da Circular de Oferta de Franquia é revelado e acontece a assinatura do pré-contrato, que tem duração de 45 a 90 dias, até a inauguração da loja.

Com isso, ainda é oferecido um treinamento do sistema operacional, gestão, marketing, TI, produto, atendimento, jurídico e operação de loja. Após a abertura da franquia é assinado o contrato final.

Para que você tenha um bom desempenho, a dica é não tentar se passar por algo que não é. “Seja sempre real e transparente com o franqueador para não correr o risco de induzi-lo a achar que você tem o perfil correto e, depois de feito o investimento e iniciada a operação, ambos descobrirem que o seu perfil não era adequado”, pondera Ana.

Franquia Havaianas: vale a pena?

 

havaianas1

Esta é uma franquia estável e que traz um bom faturamento em pouco tempo. Por isso, se você tem experiência no ramo e paciência para o trabalho, como é exigido pela marca, essa é uma ótima opção de investimento.

Além disso, outra questão a se considerar na hora de escolher a franquia é o ramo no qual ela está inserida. No caso da Havaianas, esta é uma boa vantagem, já que o setor de calçados continua crescendo mesmo com a crise financeira, como mostram os dados da ABF: o segmento cresceu 12% de 2014 para 2015.

As vantagens da franquia Havaianas

Um dos motivos pelos quais a empresa é um bom negócio, é o fato de estar presente em todo o Brasil e, também, no exterior.

“É muito vantajoso fazer parte de uma marca consolidada, com atração de fluxo, bom investimento em mídia e capilaridade. Além disso, é bom poder trocar experiências com muitos operadores, fazer benchmarking interno e promover melhoria contínua”, pontua Bianca Oglouyan, sócia-fundadora da TEAR Franchising.

Mais um ponto forte da Havaianas é seu treinamento bastante detalhado. Isso porque a franquia conta com um departamento de treinamento e desenvolvimento que tem como função atualizar e aprimorar os processos com os franqueados.

Como é o suporte da franqueadora

Falando em treinamento, saiba que o suporte dado ao franqueado Havaianas é bastante completo. Com frequência, a empresa convoca seus franqueados a enviarem colaboradores para participar de reciclagens, aprender novas técnicas de vendas e conhecer novos produtos e diretrizes da marca. E não é só isso. Há, também, o auxílio no treinamento de novos colaboradores das unidades franqueadas.

Com relação ao marketing, como há a taxa cobrada de cada franqueado para realizar essa atividade de forma local, a Havaianas investe forte nesse campo. Além de marketing institucional, a marca conta com uma equipe de profissionais especializados que dão suporte para a criação de material de divulgação padronizado.

Os franqueados têm à sua disposição um software de gestão para realizar o controle da unidade, sendo que o suporte é feito por um help desk especializado. Além disso, há um manual que traz informações sobre como montar a loja, estruturar e dispor os produtos.

Os desafios de ser um franqueado Havaianas

Por ser uma grande e conhecida marca, existem alguns entraves a serem ultrapassados quando se é um franqueado Havaianas. Há, por exemplo, um mito de que grandes marcas contam com a certeza de retorno fácil do investimento. E não é bem assim.

“O franqueado tem uma rede consolidada por trás, mas tem que entender que a maior parte da receita para o sucesso é arregaçar as mangas e fazer acontecer”, alerta Ana.

É importante salientar, também, que o alto capital de investimento, no caso de lojas (tanto de ruas quanto de shoppings), pode ser um ponto preocupante. É preciso estar preparado para a instalação de toda a estrutura da unidade.

“Outro grande desafio é encontrar pontos comerciais ou praças disponíveis e atraentes, uma vez que a rede já é robusta e possui franquias em muitos lugares estratégicos”, lembra Bianca.

O que outros franqueados dizem

Por conta do processo de seleção bastante detalhado e focado no perfil do franqueado Havaianas, é muito difícil encontrar reclamações de franqueados com relação à marca.

Aliás, o grau de satisfação dos franqueados é bastante elevado. Não é por acaso, inclusive, que ela já figurou por 3 vezes no prêmio Top 25, elaborado pelo Grupo Bittencourt, que elege as melhores franquias segundo a motivação dos franqueados.

O que perguntar a outros franqueados da marca

Antes de investir na marca, é importante que você procure outras pessoas que já sejam franqueadas para levantar os prós e contras da franquia. A consultora Ana cita algumas cosias que valem ser levantadas nessa conversa:

  • Grau de satisfação com a franqueadora, de maneira geral;
  • Como foi atendido em suas demandas e necessidades;
  • Com o que não estão tão satisfeitos e os motivos para tal;
  • Verificar se as planilhas que a franqueadora apresenta realmente representam a realidade;
  • Saber qual a relação com os fornecedores e as formas de compra e abastecimento.
COMPARTILHE
Artigo anteriorEmagrecentro procura franqueados no nordeste
Próximo artigoFranquias crescem 8,8% e faturam R$ 38 bi no 3º trimestre
Graduada em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero e pós-graduanda em Gestão de Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, sua paixão é escrever e tem curiosidade sobre os mais diversos temas. Já trabalhou em editorias de entretenimento, esportes, saúde, bem-estar, PME e gestão de carreiras.

12 COMENTÁRIOS

  1. Boa noite, me interessei muito em abrir uma franquia das Havaianas. Qual seria um contato direto?

  2. Olá! Pra cidades de menor porte, não há possibilidades de outra forma de comercialização que não seja franquia?

    Atenciosamente,

    Lilian Castro.

  3. Olá, Karina, tudo bem?
    Moro em Salvador e no último sábado comprei uma Havaianas num bairro periférico de minha cidade, mas precisamente, num pequeno salão de beleza. Na frente do salão a dona dispôs de um lado a seção masculina e do lado a seção feminina, acredito que deveria ter entre 100 a 150 sandálias. Ou seja, é um tipo de revenda diferente das quais se encontram nesta matéria. Eu gostaria de saber sua opinião se possível, se você conhece ou se você tem noção desse tipo de venda mais simples? Pois, no site que você deixou no link dos comentários acima, a franquia é a partir de 100 mil e que eu comprei minha sandália é muito simples e nem de longe chega perto de 100 mil.
    Agradeço se puder me responder.
    🙂

DEIXE UMA RESPOSTA