5 novas franquias de roupas para ficar de olho

0
2512
novas franquias de roupas

É fato que o mercado de moda atrai muitos investidores. Quando o assunto é franquias de roupas, então, esse número é ainda maior. Isso por causa das diversas opções de marcas existentes nesse segmento que tem tanta força no Brasil e projeções positivas de mercado.

É por isso, inclusive, que novas marcas têm chegado ao mercado. De acordo com dados do Instituto Inteligência de Mercado (IEMI), a indústria de moda deve acumular um crescimento de 16,1% nos próximos cinco anos, podendo chegar a 6,7 bilhões de peças produzidas em 2021. Para 2018, a previsão é de um faturamento anual de cerca de 200 bilhões de reais.

➥ Busca franquias no setor de moda? Confira nosso guia de franquias de roupas (com valores de investimento)

Mais: segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit), o varejo de vestuário fechou 2017 com 6,71 bilhões de peças vendidas, 6,5% a mais do que em 2016. Isso se deve ao fato de o setor movimentar valores expressivos de venda, estando frequentemente em ascensão, apesar das crises.

“O mercado de vestuário é um setor com muitas oportunidades. A moda está em alta e um dos grandes motivos para isso é o crescimento de interesse em moda pelos homens. Além disso, dentro do mercado de vestuário pode-se trabalhar diferentes nichos como plus size, geek, moda gestante, sustentabilidade… Isso faz com que as marcas consigam atingir diferentes nichos dentro de um mercado maior”, avalia Felipe Rossetti, sócio-fundador da Piticas.

No franchising, as redes do segmento registraram em 2017 bons resultados. Para que tenha ideia, segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), as franquias de roupas, calçados e acessórios faturaram mais de 21,8 bilhões de reais, o que representa um crescimento de 7% em relação a 2016.

Outro dado importante chama a atenção para a exportação das marcas nacionais. Ainda de acordo com dados da ABF, as redes de moda brasileiras são as mais internacionalizadas: 25,4% das marcas que atuam no exterior são deste segmento.

“É preciso entender que as franquias de roupas são boas pedidas pelo fato de a moda ser cada vez ser mais rápida, com novos produtos chegando às lojas semanalmente, muito por conta da demanda por mais e mais novidades”, comenta Daniely Farias, gerente de marketing e trade marketing da Puket.

Sim, as opções são muitas, já que existem as redes com foco no público masculino, feminino, infantil, de luxo, popular, moda jovem, moda íntima, entre outros ramos. É possível encontrar oportunidades em diferentes perfis de investimento, para cidades e localidades distintas, o que permite que você encontre um modelo que se adeque melhor às suas necessidades e possibilidades.

Mas, apesar da boa oportunidade, é pré-requisito que você esteja familiarizado e se identifique com o segmento de moda. Habilidades comerciais também são frequentemente buscadas pelas redes desse ramo.

“O mercado em retomada gradual de consumo requer alguns cuidados. É necessário, por exemplo, dedicação do empreendedor para fazer a meta de vendas acontecer, assim como existe a necessidade de gestão profissional do negócio, a importância de encontrar um equilíbrio extremo nos custos da operação e da ocupação e de estudar o comportamento do varejo no Brasil, estando atento às tendências e mudanças na economia”, explica Diogo Camilo, coordenador de expansão da Alphabeto.

Com isso em mente, confira a seguir algumas opções de novas franquias de roupas, que chegaram ao franchising a partir de 2016. Os dados de investimento são divulgados pela ABF ou informados pela empresa.

1

Milon

Milon

Fundada em 2006, a Milon atende as seções de moda infantil feminina e masculina, recém-nascido, batizado, linha festa, moda praia, acessórios, calçados e essenciais. Com marca nacionalmente conhecida, ampla variedade de produtos e lançamentos constantes, a Milon conta com diversas vantagens para quem deseja ser um franqueado.

Investimento: R$ 350.000
Faturamento: R$ 130.000
Prazo de Retorno: meses
2

Esporte Fino Store

Esporte Fino Store

A Esporte Fino Store é uma rede de franquias especializada em produtos licenciados de times de futebol, além de peças de vestuário casuais. O mix de produtos inclui camisetas, cachecóis, bonés, gorros, roupas infantis e acessórios. A franqueadora trabalha com franquias de quiosque.

Investimento: R$ 50.000
Faturamento: Não informado
Prazo de Retorno: 12 até 18 meses
3

TFlow, A Marca dos Artistas

TFlow, A Marca dos Artistas

A TFlow é uma marca especializada em roupas masculinas. Criada em 2012, a rede trabalha com a venda de camisetas, shorts e bonés, trabalhando com um estilo jovem e diferenciado. Lançada no franchising em 2017, a TFlow oferece aos franqueados dois modelos de negócio: quiosque ou loja e venda direta.

Investimento: R$ 14.990 até R$ 89.000
Faturamento: R$ 10.000 a R$ 60.000
Prazo de Retorno: 3 até 12 meses
4

Brechó Agora É Meu

Brechó Agora É Meu

O Brechó Agora é Meu abriu as portas em 2017, no bairro Higienópolis, em São Paulo. A proposta da loja é oferecer aos clientes acesso a marcas de luxo, trabalhando com produtos com cara de novos e serviço exclusivo de consultoria de imagem. A rede oferece dois modelos de negócio: nanofranquia e loja física.

Investimento: R$ 5.900 até R$ 183.700
Faturamento: R$ 5.000 a R$ 51.000
Prazo de Retorno: 2 até 18 meses
5

Ascona Kids

Ascona Kids

Fundada em 1992, a loja tradicional de atacado e varejo tem como maior atuação hoje em dia no ramo de moda infantil, com foco principal em malharia. Passou ao modelo de franquia em 2016.

Investimento: R$ 120.000
Faturamento: Não informado
Prazo de Retorno: 18 até 36 meses

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui