Começou a pesquisar o mercado de franchising para investir e não sabe quais dos segmentos de franquias é o ideal para você? Essa é uma dúvida comum. Com opções redes de diversos ramos, a escolha do melhor segmento é fundamental para ter sucesso no negócio.

Assim como qualquer tipo de negócio, as franquias são divididas por segmentos. Segundo Monica Fernandes, consultora do Grupo Soares Pereira & Papera – GSPP, tal divisão é importante para facilitar a busca por uma nova franquia para investir, de acordo com o interesse do investidor.

Para Monica, um dos maiores pontos positivos do modelo de franquias é a possibilidade de investir em uma nova área, que o empreendedor ainda não possua experiência.

“Não há necessidade de ter experiência no segmento. Esta é grande vantagem da franquia, pois o franqueado tem acesso a todo know how, suporte e treinamento do franqueador e isto é o suficiente. O mais importante é ter afinidade com o segmento que o investidor escolherá, pois o interesse facilitará a operação do negócio”, afirma a especialista.

Nesta matéria, você vai conhecer quais são esses segmentos e como escolher a área certa para atuar em franquia.

Segmentos de franquia

Atualmente, a Associação Brasileira de Franchising (ABF) divide as franquias em 11 diferentes segmentos, de acordo com os produtos e serviços oferecidos.

Recentemente, a ABF reclassificou os segmentos de franquias já existentes para adequá-los ao mercado atual. Por mais que a quantidade de setores não tenha se alterado, houve agrupamento de certos segmentos e a criação de novos.

Confira os segmentos atualizados, com dados fornecidos pelo relatório da ABF realizado em 2016.

Alimentação

O segmento de franquias de alimentação é o maior do Brasil, movimentando cerca de 10,884 bilhões de reais no terceiro trimestre de 2017. Todo e qualquer serviço e comercialização de produtos de alimentação são inclusos nessa categoria.

Seus subsegmentos são bares, distribuição e produção, docerias e sorveterias, empórios, mercados, lojas de conveniência, padarias, restaurantes de serviço rápido (fast food) e restaurantes de serviço completo.

A maior franquia de alimentação do Brasil é o Subway, serviço de fast food com 2.153 unidades ativas no país.

Casa e Construção

Abrangendo serviços e produtos na área de construção, reformas, decoração e itens essenciais para residências, o setor de casa e construção conta com diversos subsegmentos. Tal segmento conta com franquias de artigos para o lar, construção, imobiliárias, manutenção e móveis.

A franquia desse setor com mais unidades é a Colchões Ortobom, com 2.011 pontos em funcionamento.

Comunicação, Informática e Eletrônicos

O segmento de Comunicação, Informática e Eletrônicos é definido por franquias de serviços e produtos de informática, comunicação e eletrônicos, além de serviços gráficos e livrarias.

A Acqio lidera esse setor em número de unidades, com 387 pontos pelo Brasil.

Entretenimento e Lazer

As franquias que se encaixam no segmento de entretenimento e lazer são aquelas que fornecem brinquedos, serviços de entretenimento e eventos, e lazer.

Aas maiores redes de franquias atuantes do setor são a Mr. Kids, que conta com 130 unidades franqueadas e a RiHappy, que conta com 13 unidades franqueadas e 160 unidades próprias.

Hotelaria e turismo

Franquias de agência de turismo, intercâmbio, viagens e hospedagem, como hotéis e hostels, são aglomeradas no segmento de Hotelaria e Turismo.

A CVC Brasil lidera o segmento, com 1.097 unidades no território nacional.

Limpeza e conservação

O segmento de Limpeza e Conservação é formado pelas redes que trabalham com serviços de limpeza e reparos, além de lavanderias.

No Brasil, a 5àsec, rede de franquias de lavanderia, lidera o segmento com 423 unidades em funcionamento.

Moda

O segmento de moda é formado por franquias que realizam venda de acessórios pessoais, calçados e vestuário. Aqui, entram as franquias de roupas de todos os nichos, além de sapatos, bolsas, bijuterias e algumas redes especializadas em óculos.

A franquia com mais unidades no Brasil é a Chilli Beans, rede de franquias de óculos e acessórios, com 698 pontos em diversos formatos diferentes.

Saúde, beleza e bem estar

Redes que oferecem produtos e serviços nos ramos de cosméticos e perfumaria, cuidados pessoais, esportes e recreação, farmácias, odontologia, óticas e serviços médicos se encaixam no segmento de saúde, beleza e bem estar.

A rede líder do setor é O Boticário, também a com maior número de unidades no país entre todos os setores, somando 3.730 pontos.

Serviços automotivos

Franquias com especialidade em prestar serviços para veículos ganharam um segmento específico. O segmento de serviços automotivos conta com franquias de locação de veículos, serviços automotivos e peças e acessórios.

A Jet Oil é líder da categoria em quantidade de pontos em funcionamento, com 1516 unidades.

Serviços e outros negócios

Segundo a classificação da ABF, esse setor abrange negócios que não se encaixam nas demais categorias e serviços, como consultorias, serviços de logística e serviços administrativos.

A franquia Correios lidera a categoria, com 944 unidades.

Serviços educacionais

Para entrar nessa categoria, a rede deve oferecer serviços de educação, funcionar como escolas de idiomas, realizar serviços de intercâmbio, treinamento ou capacitação profissional.

O Kumon é a franquia com mais unidades do setor, somando 1.375 pontos em funcionamento.

Os segmentos de franquia que mais crescem no Brasil

A Associação Brasileira de Franchising divulgou, em 2016, quais segmentos apresentaram maior crescimento em comparação com 2015.

O segmento que mais cresceu foi o de saúde, beleza e bem estar, que contou com um aumento de 15,5% em suas receitas. A ABF credita esse crescimento à chegada de novas franquias internacionais no Brasil e investimento em novos canais de venda.

O segundo segmento de maior crescimento em 2016 foi de serviços automotivos, com crescimento de 11,6%. O aquecimento do mercado de veículos seminovos é um dos principais fatores desse crescimento, pois exige a procura por serviços automotivos de alta qualidade e rapidez, como por exemplo limpeza do automóvel e troca de óleo.

O oferecimento de novos produtos e aplicação de promoções pontuais explicam o crescimento do segmento de moda, que contou com variação de 10,4%. O setor também conta com novos canais de venda, como por exemplo o crescimento de e-commerce de vestuário.

Já a receita do segmento de alimentação cresceu 8,8%, graças à diversificação de canais de venda e promoções. Além disso, é importante lembrar que o setor de alimentação continua sendo a área de maior lucratividade no mercado de franchising no Brasil.

Escolhendo o segmento de franquia para investir

Com todas essas opções diferentes de segmentos, pode ser difícil escolher em qual deve ser investido. Como já foi dito, nem sempre é necessário possuir experiência na área, já que a franqueadora deverá oferecer suporte ao franqueado; mas, é necessário ter interesse no ramo, procurar mais conhecimento e desenvolver habilidades específicas para se dar bem em um negócio na área escolhida.

É importante procurar também por aqueles segmentos que estejam de acordo com a sua possibilidade de investimento.

Por exemplo, franquias que exigem ponto comercial grande e um número de funcionários consideravelmente alto serão mais caras. Dessa forma, é comum que franquias no segmento de moda, alimentação e hotelaria tenham valores de investimento mais elevados.

Em contrapartida, muitas franquias focadas em prestação de serviço – em segmentos como serviços automotivos, casa e construção, limpeza e conservação, serviços e outros negócios, por exemplo – podem ser gerenciadas em formato home based, ou seja, diretamente da casa do franqueado. Contando com esse modelo, o franqueado dispensa a necessidade de ponto físico, o que consequentemente deixa o negócio mais barato.

Além da seleção do segmento, é importante analisar com atenção as opções de franquias. Confira dicas da especialista da GSPP Monica Fernandes para acertar na escolha da rede ideal:

1. Pesquise sobre a franqueadora, conheça a situação da empresa, qual é o modelo de contrato de franquia e converse com um franqueado. Na Circular de Oferta de Franquia, a franqueadora deve oferecer contato de seus franqueados e de ex-franqueados que se desligaram da rede em até um ano;

2. Saiba que tipo de suporte e treinamento a franqueadora oferece. Diversas redes oferecem treinamento tanto in loco quanto via internet, sendo que algumas possuem inclusive universidade corporativa própria. É importante também checar o que a franquia oferece quanto ao treinamento de seus colaboradores. Além disso, verifique quais outras formas de suporte, como de marketing e consultorias;

3. Avalie a qualidade dos produtos ou serviços que a franquia oferece. Sempre que possível, teste você mesmo a qualidade oferecida pela franqueadora. É muito importante que você acredite em tais produtos ou serviços, para que sua operação seja facilitada;

4. Estude bastante o plano de negócios oferecido pela franqueadora. É recomendável que você possua o suporte de um advogado, preferencialmente um que seja especializado em serviços de franquia, para acompanhar durante todo esse processo.

Seja qual for a sua preferência de segmento, o mais importante é possuir interesse e força de vontade para empreender. Lembre-se que seu esforço é mais do que metade do caminho para o sucesso!

DEIXE UMA RESPOSTA